Chapecó e Região Convention & Visitor Bureau

Notícias

11/Nov

Conheça 8 megatendências para o Turismo em 2019

Ter acesso a uma base de dados com nove dígitos faz da Booking.com uma voz importante no mercado quando o assunto é o subjetivo exercício da futurologia.

Não é qualquer um que se arrisca a prever tendências para o ano que está por vir, mas com mais de 163 milhões de avaliações e a opinião de 21,5 mil viajantes de 29 países, foi justamente isso o que a Booking.com fez.

Confira abaixo as oito principais tendências traçadas pela empresa para a indústrias de viagens em 2019:

APRENDER VIAJANDO

Os viajantes querem se motivar. Suas jornadas não vão excluir a contemplação e o divertimento, mas o aprendizado vai moldar cada vez mais as escolhas dos turistas. Para 56% dos entrevistados, suas viagens passadas lhes deram ensinamentos importantes para suas vidas.



A aposta da companhia é que em 2019 haverá um aumento no desejo de aprender uma nova habilidade enquanto viajando. Dentre as viagens com propósito mais comuns, 68% dos turistas consideram fazer intercâmbios culturais – voluntariado (54%) e experiência profissional estrangeira (52%) são os outros destaques.

FÁCIL E NA PALMA DA MÃO

Já se foi o tempo em que tecnologia era sinônimo de mudanças espalhafatosas ou dispositivos revolucionários. Isso pode até existir, mas o viajante está ligando mais para que os processos sejam simplificados. Segundo a previsão, a inovação que vai ganhar espaço é aquela que se mostrar a mais prática possível para o consumidor.



Para 57%, o rastreamento em tempo real de suas bagagens é a tecnologia mais bem recebida, ao lado de um app que reúna todo o planejamento da viagem (também 57%) – bem mais relevante que o “espetaculoso” transporte em veículos autônomos (40%). Um agente de viagens virtual em casa, com ativação por voz, brilha os olhos de 31% dos entrevistados, enquanto que 20% se interessa por realidade aumentada na familiarização de um destino novo.

A TERRA FICOU PEQUENA
Uma projeção um pouco mais longeva é a do Turismo interespacial. Agências de exploração espacial e companhias privadas investem bastante para que em pouco tempo civis possam optar por umas férias galácticas. Para 40%, a expectativa é grande para esse futuro das viagens espaciais – sendo que 38% afirmam considerar possibilidade de realizar a experiência.

Enquanto isso não acontece, há uma demanda aquecida por destinos remotos e intocados, afirma o estudo. A previsão é que 2019 apresente novidades inimagináveis no setor de hospedagem, o qual desperta interesse de 60% das pessoas quando a possibilidade são hotéis debaixo d’água.

O GUIA SAI, A RECOMENDAÇÃO FICA
Guias de viagens já ajudaram muita gente ao longo das últimas décadas e não devem sumir tão logo. No entanto, tais publicações devem perder relevância no futuro próximo, com o surgimento de guias digitais, algo desejado por 52% dos ouvidos na pesquisa.



Há uma parcela menos proativa (34%) que não vê a hora das máquinas fazerem o serviço, e ainda 41% que desejam ver Inteligência artificial personalizando recomendações de acordo com o histórico de viagens e experiências.

VIAGENS CONSCIENTES
Questões sociais podem afetar a escolha de viagem para 49% dos entrevistados. De todos os ouvidos, 58% dizem recusar um destino em que sintam que sua presença irá ter um impacto negativo na vida dos locais. Opiniões como estas mostram que o Turismo tem absorvido o crescente interesse global por assuntos relacionados a direitos humanos, igualdade e condição de trabalho. De acordo com os dados da pesquisa, 19% cogita participar de um festival de orgulho LGBTI+ em 2019 – sendo que o público a afirmar isso é predominantemente jovem, com 30% na faixa entre 18 e 34 anos.

EXPERIÊNCIAS SUSTENTÁVEIS
Tanto viajantes quanto fornecedores têm se preocupado em reduzir o impacto que suas presenças produzem no meio ambiente, o que se reflete na busca por experiências sustentáveis (para os turistas) e na redução do uso de plástico (para hoteleiros).



A pesquisa mostra que 86% das pessoas estão dispostas a reservar algum tempo de suas viagens para atividades que possam compensar o impacto que suas estadas têm na natureza. Do total, 37% gostaria de ver praias e atrações turísticas livres de lixo e plástico.

EXPERIÊNCIAS, MAIS EXPERIÊNCIAS
Viagens e experiências estiveram densamente atreladas durante 2018, mas segundo as estimativas, essa tendência deve se aprofundar ainda mais no ano que vem. O mercado já percebeu isso, mas a pesquisa atesta que, para 60%, experiências são mais valiosas do que bens materiais.



No ano que vem, 42% planejam visitar destinos que os façam relembrar os tempos de criança. A expectativa, portanto, é que atrações e hospedagens invistam no lúdico sabendo que as “criancices” serão aproveitadas também por adultos (e principalmente pelas gerações millennial e Z).

ESCAPADINHAS
Aproveitar feriados prolongados para viagens curtas e em destinos próximos é outra tendência para 2019, um desejo para pelo menos 53% dos entrevistados. Com menos tempo para aproveitar, é imprescindível saber onde ir, onde dormir, onde comer. Por isso, irá crescer também a demanda por indicações ou, se possível, uma completa curadoria de destinos. A projeção é que as micro viagens se tornem cada vez mais variadas e personalizadas.

Acesse essa noticia em: https://www.panrotas.com.br/mercado/pesquisas-e-es...



Outras Notícias

22
Fev
Turismo segmentado e com foco nas regiões de SC são prioridades da presidente da Santur
A Santur vai absorver as atribuições relacionadas ao turismo que antes eram da SOLA nova presidente da Santur S.A., Flavia Didomenico, tomou posse na tarde... Leia Mais
14
Fev
Comitê debate estratégias de turismo termal no Oeste Catarinense
Chapecó, 14/02/2019A Administração Municipal por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo realizou esta semana o encontro do Comitê Gestor... Leia Mais
14
Fev
Prefeitura de Chapecó lança o Programa Lixo Zero
Chapecó, 13 de fevereiro de 2019 - quarta-feira – A Administração Municipal de Chapecó reuniu a sociedade na manhã desta terça-feira (12/02), no Centro... Leia Mais
06
Fev
Observatório vai acompanhar ações de integração do turismo de SC
Responsável por 12,5% do PIB de Santa Catarina e pela geração de 122 mil empregos, o setor de turismo ganhou uma nova ferramenta de promoção e desenvolvimento.... Leia Mais

Nossos Parceiros