Chapecó e Região Convention & Visitor Bureau

Organizadores apresentam Eletrometalmecânica

Arena de robótica, congresso de tecnologia, rodada de negócios e apresentação de serviços de automação industrial e de produtos como máquinas ferramenta e equipamentos de corte a plasma e laser. Essas ações fazem parte de evento marcado para Chapecó, de 6 a 9 de março de 2018, numa iniciativa do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico de Chapecó (Simec). A Feira e Congresso de Tecnologia para a Indústria Eletrometalmecânica teve apresentação realizada nesta quinta-feira, 31 de agosto, por seus organizadores, para autoridades, lideranças, profissionais da imprensa e empresários do setor.

O coordenador da feira, Orly Bernardes, enfatizou a importância das empresas do segmento, inclusive da região, serem instigadas a participar, para que mostrem seus produtos e serviços. Além disso, afirmou que a programação servirá para que os funcionários das empresas eletrometalmecânicas tenham a oportunidade de aprender e conhecer mudanças em termos de tecnologia. “O sucesso depende de empresas expondo e da visitação”, sintetizou o coordenador.

Já o prefeito em exercício, Elio Francisco Cella, reafirmou o compromisso do poder público municipal de apoiar o evento. Também assinalou a capacidade das empresas instaladas no Oeste de Santa Catarina de produzir com diferenciais de qualidade e ofertar produtos para os mercados nacional e internacional.

Chapecó, polo eletrometalmecânico

Para o presidente do Simec, Mário Nóri de Oliveira, promover a feira “significa destacar a importância de empresas que andam no mesmo caminho que a agroindústria e que dão a Chapecó a condição de ser um dos polos do segmento metalmecânico no Sul do Brasil, juntamente com as cidades de Joinville e Caxias do Sul”. Conforme o empresário, a programação do evento, com um congresso técnico e uma rodada de negócios, irá gerar efeitos que extrapolam a mostra de produtos e levarão “à evolução do conhecimento em termos de discussões e à fixação de perspectivas para a ampliação do mercado pós-evento”.

A realização da feira como evento que aproxima fornecedores e compradores e estreita relacionamentos como uma ação de marketing que impacta todos os sentidos das pessoas envolvidas foi ressaltada por Richard Spirandelli, diretor da Messe Feiras e Promoções, que responde pela organização do evento. Ele também indicou a expectativa de 12 mil visitantes e informou da participação, além de indústrias representativas, dos sindicatos de empresas do setor situados em Joinville, Blumenau, Caxias do Sul e São Leopoldo.

Já o vice-presidente Regional Oeste da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), Waldemar Antônio Schmitz, avaliou que a iniciativa serve para desenvolver o setor e significa um momento no qual o empresário tem a oportunidade de apresentar seus produtos. Também destacou o desafio dos organizadores de promoverem a feira para incrementar a economia regional.